quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

gravei tua voz no meu tímpano
vez em quando labirinto
faço o que sinto, vez em quando minto
vinho tinto, amor rosé
você
vez em quando instinto

- Martha Medeiros

Nenhum comentário:

Postar um comentário