quarta-feira, 26 de maio de 2010

assassinato o mais profundo: aquele que é um modo de relação, que é um modo de um ser existir o outro ser, um modo de nos vermos e nos sermos e nos termos, assassinato onde não há vítima nem algoz, mas uma ligação de ferocidade mútua.

- Clarice Lispector.

Um comentário:

  1. ah, clarice sempre tão encantadora!
    ... e seu blog assim segue, pelo que vi!

    ResponderExcluir