sábado, 12 de junho de 2010

Feliz dia dos "desnamorados"


acordar aqui e lembrar da noite passada, teu cheiro ainda tá aqui na cama, mas não se preocupa, hoje é dia de lavar as roupas, hoje é dia de me namorar, é tão triste me pegar pensando em como foi bom, e não me pegar pensando em como poderia ter sido melhor. pra quê brigar meu Deus? eu sempre falando isso, sempre discutindo sobre isso. como eu me esforcei pra segurar tua mão e andar de mãos dadas com você daqui até o céu, não foi o bastante, eu fiz tudo pra não te perder e hoje perceber que no final das contas estava querendo te perder sem querer, te perdi.
agora, assim nesse dias dos namorados, patético, convenhamos, eu te vi ir, e não tive vontade de te pedir pra ficar, e tudo o que eu mais temia aconteceu, eu não me importei que você fosse, que no fundo eu quis que você fosse, porque eu já não aguentava mais te ver lamentando nos meus braços de como esse mundo era cruel com a gente. eu sempre te pedindo pra ficar, e de repente tudo começa a trocar de lado: você indo embora me pedindo companhia, e eu te vendo ir embora pedindo pra me deixar sozinho.

- Douglas Lenon
12 de junho de 2010

Nenhum comentário:

Postar um comentário