sábado, 26 de junho de 2010

porque agora, de longe, parece tão fácil. agora, de longe, se desse, pra te ter por minutos, nossa, eu seria tão feliz. mas semana passada, gritava dentro de mim, se não fosse pra sempre, se não fossem mil minutos, se não fossem os meus minutos, que eu focasse então em tudo de ruim pra me livrar logo do pouco que ofende ou do egoísmo que bate de frente. compartilho com você, e nem sei como amadureci tão rápido, da certeza da impossibilidade.

- Tati Bernardi

Nenhum comentário:

Postar um comentário