terça-feira, 1 de junho de 2010

que suas escatologias não passem de piada e se materializem bem longe de mim. tem que gostar de crianças, de cachorrinhos, da minha mãe, e tem que odiar ver pessoas procurando comida no lixo. tem que dançar charmoso, ser irônico, ser calmo porém macho (ou seja, não explodir por nada mas também não calar por tudo). tem que ser meio artista, mas também ter que saber cuidar dos meus problemas burocráticos. tem que amar tudo o que eu escrevo e me olhar com aquela cara de "essa mulher é única".

- Tati Bernardi

Nenhum comentário:

Postar um comentário