sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Me coloco no seu lugar


deitado na cama eu viajo em pensamentos, fecho os olhos pra tentar entender mais esse mundo louco o qual nós fomos jogados, todos nós. e se eu não tivesse nem aí para nada, e se nós trocássemos de lugar. eu seria o insensível, imaturo, lindo, arrogante, impulsivo, prepotente, melhor do mundo. e você seria o preocupado, educado, amoroso, meu, só meu.
se os personagens trocassem de fala, quem sabe eu não tenha feito o mesmo que você fez, quem sabe eu tenha ficado, quem sabe eu tenha tentado mudar. quem sabe se você tivesse no meu lugar você não teria desistido cedo, não teria tentado mais, teria procurado não entender e deixar rolar. quem sabe a gente poderia ter dado certo.
eu que só sei colocar a culpa na vida, e em mim, hoje coloco a culpa em você. porque você não se colocou no meu lugar, porque você não pensou em mim, porque se quer pensou que eu poderia vir a sofrer, esqueceu de ficar, eu que precisava tanto do teu colo, da tua mão quente no meu rosto frio.
moral da história, é que falta sentir prazer em ser quem a gente é, porque eu sinto. sinta prazer de estar aqui comigo, conversando comigo, brincando comigo, passando a mão na minha nuca, dizendo no meu ouvido que você é assim, mas que vai melhorar, que por mim você vai estar aqui sempre, que por mim você não vai sumir mais, que por mim o teu amor vai se transformar em nosso amor.

- Douglas Lenon
22 de setembro de 2010

2 comentários:

  1. Venho aqui quase todo dia, se tornou parte do que gosto, ler coisas que me fazem bem. E aqui me faz.
    Nunca comentei nem nada, mas derrepente bateu essa vontade, as pessoas ouvirem o valor que tem as vezes é bom.Aí decide aparecer .. Você escreve muito bem, e conquista corações assim.
    Gosto muito de vir aqui, e continuarei,
    agora seguindo.
    Enfim, Um beijo Douglas!

    ResponderExcluir
  2. Tri bom ter lido esse comentário, venha sempre que quiser, que puder. é bom saber que as pessoas se identificam e gostam.
    beeijos guria

    ResponderExcluir