quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Ainda exista amor para recomeçar


vinte oito de outubro de dois mil e dez. são quantos? vinte e três anos? espero que hoje você tenha aproveitado todo seu dia. espero que as pessoas tenham se lembrado. e tenham te desejado tudo de bom.
eu não tenho raiva de você, nunca tive raiva de você. tenho raiva do que você fez. eu me arrisquei a dizer isso. porque mesmo que eu escreva essa crônica com lindas palavras, a única frase que vai ficar na sua mente é essa: tenho raiva do que você fez. que vai te fazer sumir. mas não precisa sumir, porque eu não vou continuar. dessa vez eu que vou embora. como te disse espero que esteja tudo bem, de coração. eu sou só um menino de dezessete anos que se apaixonou perdidamente por um computador que falava.
mas o assunto é você, tenho medo de te mandar isso. eu não sei o que vai ser daqui para frente. não sei. porque depois que a gente descobre que viver não é nada mais que uma mentira muito bem elaborada, a gente fica sentado o dia inteiro esperando a vida passar. tenho forças para seguir em frente, mas eu prefiro ficar parado. prefiro me manter em pé. rezo para você todos os dias como sempre rezei. peço para que Deus ilumine teus caminhos todo sempre, peço para que Ele te dê alegria, te faça manter amigos para não ter que dizer que tem poucos. peço para que Ele me dê paz, porque calma eu tenho demais, eu sou a pessoa mais calma do mundo. se existisse um prêmio para pessoas calmas, eu ganharia disparado.
acreditei que você ficaria por mim uma vez, acreditei que você ficaria por mim duas vezes. será que eu acredito uma terceira vez? eu contei até dez, cem, mil para dor passar quando você sumiu da primeira vez. eu contei até dez mil, cem mil, um milhão para dor passar quando você sumiu da segunda vez. não vou continuar contando mais. você sabe o quanto eu te preservo. que durante esses dezessete anos foi a – única – pessoa que eu mais amei. mas eu preciso me sentir bem. sentir que eu tenho valor. porque quando você some, sinto como se eu valesse menos que uma qualquer nas ruas.
dói estar aqui agora, falando isso. dói porque eu sei que você vai embora depois de tudo isso. vai me achar a pior pessoa do mundo. mas se coloca no meu lugar. também dói te ver me acusando de coisas que não fiz. dói te ver procurando motivos para me afastar de você. dói esperar por quatro meses, para te ter por quatro dias.
espero que a vida te reserve o melhor. de coração. mas tem coisas que eu não consigo mais guardar aqui dentro. depois de tudo que falei, definitivamente não sei como vai ser daqui para frente. pronto. agora você pode me odiar. agora sim tem um bom motivo para me odiar. mas eu me desculpo comigo mesmo por tudo que eu me fiz. respiro fundo. não quero te afastar de mim. para valer cada lágrima que eu chorei, esse texto é pouco. repito: eu não te odeio, não te desejo mal nenhum.
desejo que você seja sincero e que não seja covarde. que não fuja. desejo que esteja para muita gente que quer te ver aqui. desejo que esse fim de dia esteja sendo maravilhoso para você. desejo ter feito parte de um pedaço de dia teu. desejo que me guarde em pensamento, mais do que em fotos. desejo que me carregue mais do lado esquerdo do peito do que em mente. desejo que tenha a vida que sonhou. desejo que realize todos seus desejos. desejo mais, que realize tudo que dizia querer fazer junto a mim. desejo que você tenha a quem amar. deseje que eu esteja fazendo a coisa certa. não espero resposta. te cuida rapaz. te amo.

- Douglas Lenon
28 de outubro de 2010

4 comentários:

  1. Olha serio o que vou dizer seu blog é um dos mais perfeito que ja visitei serio eu digo perfeito pq aff n sei nem explicar venho auqui todos os dias e fico lendo sua historia toda sua corage nossa muito bom parabens e eu espero tb que vc tenha a quem amar^^

    ResponderExcluir
  2. Amei!
    sei lá, acho que me identifico um bocado e, como acompanho de perto tudo isso, sei que precisou de muita coragem.
    Achei profundo, sincero, um pouco triste, mas extremamente corajoso.

    amo você! (L)

    ResponderExcluir
  3. liiindo texto,expressa tudo que eu também gostaria de ter corajem de falar nesse momento.

    ResponderExcluir
  4. Nossa, adorei e adoro teus textos! Parabéns! tu escreve muito bem e de alguma maneira faz eu me identificar com tudo que tu escreve! Parabéns mesmo! se quiser add no msn.. estevaon.n@gmail.com
    Bjão ;**

    ResponderExcluir