segunda-feira, 11 de outubro de 2010


— eu não preciso de você. nem você de mim. essa é a verdade. e isso parece o fim do mundo, porque geralmente não há nada a ser feito se não for, a princípio, necessário. por isso, essa ansiedade da ausência. essa abstração. estamos com medo de perder o que já foi perdido. e a perda é aliviante, mas ainda nem sabemos disso. estamos livres. livres pra nos comprometer, se quisermos, mas sem nenhuma obrigação, se essa não for a nossa decisão.
amém.

- Fernanda Young in Aritmética

2 comentários:

  1. Lindo post!Lindo blog!Me indentifico muito sempre com muitos dos seus textos!Párabens pela beleza,intensidade e simplicidade do blog!bjs.

    ResponderExcluir
  2. Oii :)
    É Cris Guerra mesmo!!
    É que a "esperta" aqui marcou errado! rs

    Bjks =*

    ResponderExcluir