terça-feira, 26 de outubro de 2010

à noite parecia que caminhávamos junto com a lua. ela nos seguia sob nuvens densas e esperava por nós do outro lado das trilhas em florestas escuras. desaparecia com o nascer do sol, mas sempre voltava a pairar sobre nosso caminho na noite seguinte. seu brilho tornava-se mais sutil conforme as noites passavam. certas noites no céu era varrido por estrelas que flutuavam e desapareciam rapidamente na escuridão antes que nossos desejos pudessem encontrá-las. eu costumava ouvir histórias debaixo daquelas estrelas e do céu, mas agora parecia que o céu é que nos contava histórias enquanto suas estrelas caíam, colidindo violentamente umas contras as outras. a lua havia se escondido detrás das nuvens para não ver o que acontecia.

- Ishmael Beah in Muito longe de casa

Nenhum comentário:

Postar um comentário