quarta-feira, 17 de novembro de 2010

depois cortar a cabeça do peixe, o olho dele me fitando, tão humano. a gente às vezes tinha licença de ser cruel.

- Lya Luft in O lado negro pertencente a obra “Pensar é transgredir”

Nenhum comentário:

Postar um comentário