terça-feira, 30 de novembro de 2010

— sou de Serra Leoa, e o problema que afeta nós, crianças, é que a guerra nos força a fugir de nossas casas, a perder nossas famílias e a vagar sem rumo pelas florestas. o resultado disso é que acabamos envolvidos no conflito como soldados, transportando cargas e fazendo muitas outras tarefas difíceis. tudo por causa da fome, da perda das nossas famílias e da necessidade de nos sentirmos seguros e parte de alguma coisa, quando tudo mais está destruído. rntrei para o exército, na verdade, por causa do assassinato da minha família. ru também tinha que conseguir comida para sobreviver, e o único jeito era fazer parte de um pelotão. não era fácil ser soldado, mas tínhamos que fazer aquilo. estou reabilitado agora, então não tenham medo de mim. não sou mais um soldado; sou uma criança. somos todos irmãos e irmãs. o que eu aprendi com minhas experiências é que a vingança não é boa. entrei para o exército para vingar as mortes da minha família e para sobreviver, mas aprendi que, se vou me vingar, durante o processo vou matar outra pessoa que tem uma família, que também vai querer se vingar; e se vingar, se vingar, se vingar, até que a vingança nunca chegue ao fim...

- Ishmael Beah in Muito longe de casa

Nenhum comentário:

Postar um comentário