quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Tudo que eu ainda não disse sobre mim

(ler ao som de Look what you've done - Jet)

verdade que sou a pessoa que vai ligar na próxima noite. verdade também que tenho um ótimo escudo que me faz parecer a pessoa mais forte do sistema solar, mas que não, que é só uma auto-defesa, que eu não consigo ser frio, porém não ser frio não quer dizer que eu não seja sincero porque eu sou sincero. verdade que sou uma pessoa sem paciência, mas que amo quem espera. verdade que acredito que os seres humanos possam mudar, mas que sempre vão ser quem realmente são, e que fique claro que é impossível mudar sem evoluir. verdade que uma das coisas que sei fazer melhor é perdoar. verdade que eu amo da maneira mais pura e sincera, e toda vez eu tenho que engolir esse amor para que ele não cresça, para que eu não me machuque mais. verdade que peço perdão por tudo, mesmo não tendo feito absolutamente nada. verdade que sempre quero cuidar das pessoas, mas deixo-as soltas por medo de prendê-las. verdade que choro, que sou um puta chorão, mas que a gente vive do jeito que dá, e por enquanto eu só sei viver assim. verdade que sinto falta também, e que tudo isso são só umas verdades sobre quem eu sou.
hoje te vendo chorar tão desesperado fico imaginando em como eu segui sozinho por todo esse tempo. sim, você sempre esteve do meu lado. mas eu achei que quem cuidasse de mim seria alguém forte tanto por dentro como por fora, e você não é forte, que eu sou a força quando olho para você. se você também chora assim, se desespera dessa forma, quem é que cuidou de mim esse tempo todo? fui eu. eu que sempre estive por mim em todos os lugares, eu que sempre me amei. e você, você não passa de um homem assustado, com medo de mim, com medo do quanto eu posso ser mais feliz sem você, do quanto eu sou mais forte sem você. eu queria cuidar de você sim, mas eu sempre fui tolo demais para cuidar de alguém.
por que você tinha que ser um idiota hein? tanta coisa para você ser e você escolhe ser esse merda. sinto falta do seu eu que você nunca mostrou para mim, mas que seria uma ótima pessoa levando em conta seus gostos musicais, seus chinelos havainas fazendo propaganda para mim dizendo que todo mundo usa. eu sei que você é melhor que tudo isso, mas mostra para mim porque ninguém acredita no que eu falo. seja ele, seja a pessoa que eu vou me orgulhar e não isso que você virou, para me irritar. você acha que eu gosto do seu jeito convencido, não se engane, é o que eu mais detesto em você, mas eu nunca te pedi para mudar, eu te peço para mostrar quem você realmente é, e não esse papel de idiota que você está fazendo.

- Douglas Lenon
16 de novembro de 2010

3 comentários:

  1. Hm!!!!! Ameiii, amei.

    Vai lá ver a surpresinha pra vc no blog!!
    Beijoooooos.

    ResponderExcluir
  2. "eu queria cuidar de você sim, mas eu sempre fui tolo demais para cuidar de alguém."

    Putz! É bem assim que acontece por aqui. =x

    Fodah.

    ResponderExcluir
  3. Um texto tao triste se torna tao perfeito, perfeito pra quem ler.

    ResponderExcluir