segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

me perguntaram, assim, o que tu achas de tal coisa. pô, eu não sei o quê que eu acho. na hora eu acho uma coisa, meia hora depois eu posso achar outra. eu não tenho opinião definida sobre nada. não acho que isso seja insegurança. acho que é abertura, acho que tudo é passível de uma outra interpretação.

- Caio Fernando Abreu

Nenhum comentário:

Postar um comentário