quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

o desejo me acompanhou até em casa. muito, muito mais forte que minha nobreza em ter dito não.
tive medo de ser só desejo, porque para mim sempre foi mais. prefiro ser perseguida pelo meu desejo, que não tem dia para acabar, do que ser abandonada mais uma vez pelo seu, que dura no máximo três horas.

- Tati Bernardi

Nenhum comentário:

Postar um comentário