domingo, 2 de janeiro de 2011

sei viver sem você, oficialmente falando. mas eu não quero, não vou. eu poderia te dizer aquelas doces mentiras sinceras - "você-é-minha-vida", "não-sei-o-que-seria-da-minha-vida-sem-você" ou todo esse tipo de porcaria que a gente diz no calor da hora. as pessoas são assim, dizem que não sabem viver sem você. depois aprendem e esquecem de comemorar contigo. e deixam vazio o lugar que sempre será delas. eu não, simplesmente estou aqui. de vez em quando sujo, entediado, agressivo, mal-humorado, triste, calado e chato. mas aqui.

- Gabito Nunes in Guarda-chuva

Nenhum comentário:

Postar um comentário