quarta-feira, 27 de abril de 2011

e considerou a cruel necessidade de amar. considerou a malignidade de nosso desejo de ser feliz. considerou a ferocidade com que queremos brincar. e o número de vezes em que mataremos por amor.

- Clarice Lispector in A Menor Mulher do Mundo pertencente a obra “Laços de Família”

Nenhum comentário:

Postar um comentário