sábado, 23 de abril de 2011

vai ter sempre algo. uma roupa pra buscar, uma festa de aniversário de algum amigo em comum, um truque novo na cama, um episódio de estreia daqueles seriados que você me ensinou gostar, a doença da sua mãe. essas pequenas coisas. de algo em algo, a gente vai levando.

as coisas que acabei de dizer, leve em consideração só até a meia-noite. eu sempre tento virar a página sem grifar as partes importantes com alguma caneta de cor alarmante. mesmo num amor de linhas tortas como o nosso, o fim parece um erro, como um ponto final no meio da frase.

- Gabito Nunes in Não quero perder nada

Um comentário:

  1. Constamente tenho esse sentimento, do fim parecer um erro, ele está sempre renovado.

    citacoesecia.blogspot.com

    ResponderExcluir