sábado, 11 de junho de 2011


a frase que deveria ser dita soa antipática, mas é o que nossos amigos e parentes que sofrem deste complexo precisariam ouvir: você não é tão importante. ninguém está tão preocupado assim com você, a não ser a meia dúzia que lhe ama de verdade. não há conspiração nenhuma. se as coisas parecem dar mais errado pra você do que para os outros, não é porque você atrai gente falsa ou encrenqueira. sua desconfiança é que atrapalha o bom andamento da vida. libere-se destas neuras e olhe em volta: todos têm mais o que fazer do que lhe dar atenção o tempo inteiro.

- Martha Medeiros in Mania de Perseguição pertencente a obra “Doidas e Santas”

Nenhum comentário:

Postar um comentário