segunda-feira, 11 de julho de 2011

Dia 4 de julho de 2011. Morre o melhor pai do mundo. Homenagem ao meu heroi


Às vezes dói como se não fosse mais parar, é estranho olhar o mundo e não te enxergar. Eu tenho um milhão de dúvidas nesse momento as quais sei que muitos aqui devem ter também: tão novo, tão cheio de vida, tão alegre.
Meu pai foi um super herói. Não importa pra mim o que ele fez de errado, ou se ele fez algo de errado. Ele foi o escudo quando eu precisei de proteção, aquele velho verso de criança “vou contar tudo pro meu pai.” Parece não fazer muito sentido agora não é mesmo? Papai, você foi mais que um herói, acima de tudo, você foi PAI. O senhor cuidou de mim, cuidou da minha irmã, da minha mamãe, e poxa, sabe quando a pessoa vai embora antes de acabar a festa. Você foi dessa maneira meu paizão.
O meu maior medo pai é o de você não se orgulhar de mim. Eu só quero te dar orgulho meu velho. Porque eu te amo tanto tanto tanto, que esse tanto é tão grande, que nem o coração consegue dizer. Mas pai você vai ver, eu vou me formar, eu vou cuidar da mamãe, da Helen e o Manga - meu cunhado - vai me ajudar tá bom?
Lembra quando você ia trabalhar cedinho pai e eu tinha uns cinco anos de idade, e eu acordava todo dia cedinho e te via escovar os dentes sabe, te ouvia sair pra ir trabalhar. Eu sempre soube que você me amava, e que me ama seja em qualquer lugar que você esteja, e que ama demais a minha mamãe e a minha irmã.
A vovó vai ficar bem, nós vamos cuidar dela direitinho. A gente sabe que onde você estiver está olhando por nós. Pelos nossos familiares e amigos. Você teve uma legião de amigos hein meu velho. Não havia uma pessoa que o “Vande” não conquistava. Você foi, e deixou tanta saudade, tanta falta. Papai eu amo você, mamãe e a Helen mais que tudo nesse mundo. Quando que eu vou te ouvir me chamar de “Pequeno” de novo? Ou chamar minha irmã de “Fioca”? Quanta coisa você deixou. Sempre dizem por aí que morrer é uma piada, você tem mil coisas pra fazer no dia seguinte, contas pra pagar, tem que pescar até, e de repente morre. Morrer é uma piada, mas essa não tem graça nenhuma.

- Douglas Lenon

Um comentário:

  1. Linda homenagem!

    Uma das perdas mais difíceis de superar.

    Que a misericórdia Divina caia sobre ti nesse momento de dor.

    Abs.

    ResponderExcluir