sábado, 30 de julho de 2011

num instante você me olha apaixonado e depois se vira pra janela ficando um pouco fora do ar. nessa hora me belisco pra não saber do porquê, sem esquecer do dia em que você me falou que nem toda pergunta requer uma resposta. mas então não fica assim, não precisa dizer nada, só não me deixe faltar aqueles abraços silenciosos pra calar a boca de quem me mandou ter calma contigo. agora que eu me perdi, só preciso de você me dizendo que amanhã ainda vou te achar no mesmo lugar, se eu procurar. eu te quero, na medida do impossível.

- Gabito Nunes in Apego

Nenhum comentário:

Postar um comentário