quarta-feira, 17 de agosto de 2011

eu preciso disfarçar que não paro mais de rir, mas aí olho pra você e você também está sempre rindo. se isso não for o motivo para a gente nascer, já não entendo mais nada desse mundo. e eu tento, ainda refém de algumas células rodriguianas que vez ou outra me invadem, tentar achar defeito na gente, tentar estragar tudo com alguma sujeira. mas você me deu preguiça da velha tática de fuga, você me fez dormir um cd inteiro na rede e quando eu acordei o mundo inteiro estava azul.

- Tati Bernardi

Nenhum comentário:

Postar um comentário