quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Levar ou não levar a tristeza?


comecei a arrumar minhas malas. é sempre bom viajar, conhecer, desconhecer, reestabelecer conhecimentos, se estruturar, se autoconhecer, viver, pensar, refletir. na maioria das vezes viajamos pra deixar algumas coisas pra trás, mas a gente sempre volta pra casa.
quando coloquei as primeiras roupas na mala perguntei pra minha mãe se eu levava a tristeza também, ela demorou um pouco pra processar a informação, disse que se desse pra deixar aqui seria bom, eu pensei em levar na viagem e esquecer lá, onde eu ficaria.
de repente a gente vai fazendo as malas e vai passando um filme na cabeça, parece que esse ano nem passou ou dá aquela vontade desse ano nem ter existido sabe? parece que não acrescentou muita coisa, ok, sempre tem um lado bom, mas não foi um ano legal se colocar tudo numa balança e tirar o peso geral.
talvez o próximo ano seja bom, seja talvez muito melhor, sinto uma energia positiva nesse ano que está por vir, sinto até uma presença de um novo amor, de um carinho bem gostoso no final do dia com gosto de era uma vez.

- Douglas Lenon

Nenhum comentário:

Postar um comentário