terça-feira, 31 de janeiro de 2012

10º dia - "com carinho e muita sutileza (porque vontade mesmo eu tenho é de gritar)" (Martha Medeiros)


nesse início de aulas, volta ao trabalho eu andei escrevendo uma carta pra te enviar mas nem sabia se você iria receber, afinal cartas ao vento não tem destino certo, não é verdade? na carta eu não queria dizer muitas coisas. impulso foi um dos fatores que me fizeram escrevê-la porque eu sinto muita falta de você. chego a sentir raiva de tanta falta que você me faz. ando desperdiçando sorrisos por aí, sorrisos que seriam pra você se você tivesse aqui, risadas que você ouvira se tivesse aqui, carinhos que você sentiria... uma porção de afetos que você sentiria se estivesse aqui. me disseram que saudade a gente deixa dentro de uma caixa a prova de som, igual a caixa de Pandora, que a gente abre e depois não consegue colocar dentro de volta depois, porque tudo na verdade é uma metáfora, a caixa é só um sinônimo de coração.

- Douglas Lenon

Nenhum comentário:

Postar um comentário