segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

desejou que ele estivesse logo de volta, para dizer coisas sem sentido, para se mexer, para ferir e ferir-se, para sorrir de lado, esfregar as mãos, fazendo estalar as juntas dos dedos, uma saudade prévia, para ficar perto e fazê-lo rir de susto, de prazer, de.

- Caio Fernando Abreu in Triângulo das águas

Nenhum comentário:

Postar um comentário