segunda-feira, 16 de abril de 2012

16º dia - "quando vejo, estou calada novamente, ouvindo o que você não diz e vendo o que você não faz." (Tati Bernardi)

o resto, o que sobre do seu tempo é o que tem pra mim. você arruma tempo pra tudo nesses seus "meios tempos", eu sou só aquilo que sobra. de todo a diversidade de amigos e problemas que você tem na sua vida, eu posso ajudar você a solucionar, isso é lógico, se você tiver um tempo pra mim. então a gente tenta se reconciliar, conversamos, e entramos em um consenso, o qual sempre acaba resolvendo o que já estava resolvido. eu disponibilizo grande parte do meu tempo pra você, e você se quer guardaria dois dias pra mim. só pra mim. não é amor, é carência. não é amor, é vontade de amar. não é amor, é o que sobra.

- Douglas Lenon

4 comentários:

  1. Olá!
    eu amei seu blog...muito lindo e ja estou seguindo.

    ResponderExcluir
  2. Faz tanto tempo que eu leio o seu blog e você sempre me faz chorar e refletir. Parabéns e obrigada. Beijos

    ResponderExcluir
  3. Ah tão bom ler isso! Ando escrevendo pouco por falta de tempo e falta de inspiração, mas obrigado mesmo por acompanhar! Beijão.

    ResponderExcluir
  4. Nada a dizer após ler ler o título e: "não é amor, é carência. não é amor, é vontade de amar. não é amor, é o que sobra."

    Perfeito!

    ResponderExcluir