terça-feira, 6 de setembro de 2011

Be(lie)ve


acredito que esteja em todo lugar, essa vontade. vontade de se libertar de alguma coisa que nos prende. inacreditável é que nos libertamos de algo e logo em seguida ficamos presos a algo totalmente diferente, o qual a gente nunca imaginou que pudesse existir. vontade de pedir perdão pra quem a gente machuca, vontade de sorrir pra quem nos faz sorrir. vontade de sentir, porque o mundo é muito grande, e com milhões de pessoas boas, é impossível não sentir vontade de ao menos sentir.
acredito que ultimamente seja muita espera e pouca vontade. talvez prosperamos demais e concluimos de menos. são prós e contras o tempo todo, em todo lugar, em todas as pessoas, a todo tempo e o tempo todo. tenho construido castelos e palacios dentro de mim cheios de esperança. mas ninguém cuida, ninguém entende. vontade de pedir um pouco mais de paz, só pra ter mais vontade de ter um pouco mais da gente dentro da gente mesmo.
acredito que é necessário um banho quente, uma toalha limpa e uma rede pra deitarmos depois. faz tempo mas ainda lembro como é se apaixonar, aquele gosto de coração que fica na boca toda vez que ele passa, uma pontinha de esperança que surge no cantinho da sua boca que te faz sorrir, sem perceber que está sorrindo. incrivél como amar é igual andar de bicicleta, depois que aprende nunca mais esquece.
acredito que a gente acredita em tanta coisa, que a gente se perde no meio da caminho, que a gente nem começa a caminhar e já se perde. perceba que a cada idade que passa na sua vida, você tem um questionamento diferente. hoje meu questionamento é se vale mesmo a pena, se compartilhar e entender é o bastante. falta muito ainda, muitos questionamentos a fazer, muita água pra passar por debaixo dessa ponte.
acredito que...

- Douglas Lenon

Nenhum comentário:

Postar um comentário