quinta-feira, 10 de maio de 2012

em algumas circunstâncias, eu disse para mim mesma, toda feliz: "é desta vez". disse para logo em seguida, meio sem graça, precisar desdizer. não era. não, ainda, essa palavra que faz toda diferença para efeitos de esperança. era de mentirinha. rebate falso, propaganda enganosa, miragem no deserto, esses embaraços que existem aqui e ali na vida, e costumam ser do tamanho da nossa expectativa. superáveis, quase todos, mas chatos, muito chatos.

PACIÊNCIA é também esse exercício que renovo todo dia: o de aguardar que uma hora dessas seja a vez de verdade.

- Ana Jácomo

Nenhum comentário:

Postar um comentário