terça-feira, 7 de agosto de 2012


independência nada mais é do que ter poder de escolha. conceder-se a liberdade de ir e vir, atendendo suas necessidades e vontades próprias, mas sem dispensar a magia de se viver um grande amor. independência não é sinônimo de solidão. é sinônimo de honestidade: estou onde quero, com quem quero e porque quero.

- Martha Medeiros in A mulher independente pertencente à obra “Feliz por nada”

Nenhum comentário:

Postar um comentário