terça-feira, 17 de maio de 2011

queria sentir o amor que dorme ao lado, come, faz piada de banheiro. o amor menor. dos casaizinhos que viajam para quartos pequenos de pousadas vagabundas e dividem cheiros de bosta em meio a declarações de uma vida inteira. o amor sem a arrogância do amor.

- Tati Bernardi

Nenhum comentário:

Postar um comentário