terça-feira, 29 de novembro de 2011

7º dia - "e entre tudo que ele poderia ser pra mim, ele escolheu ser saudade.” (Caio Fernando Abreu)


acreditando que dentro de nós sempre sobra algo, eu resolvi pensar em nós. saber que eu me importar te machuca, dói muito mais. vai restando aquela saudade do teu eu que dizia me amar, e fica aquela tristeza de querer retribuir vendo nossas vidas assim, meio de lado, um pouco esquecidas até.
hoje sentado no degrau da escada de casa bateu a nostalgia de ter alguém pra dizer que tá errado sabe? da mesma forma que você fazia, dizendo que não é certo você entregar com a mão direita e retirar com a mão esquerda. você tem que entregar com ambas as mãos.
minha maior virtude seria não desistir, porque mesmo você achando que eu não penso em ninguém, apenas em mim mesmo, essas meias palavras deveriam significar algo. triste mesmo não é ter que me despedir de você, é ter que fazer isso todos os dias.

- Douglas Lenon

Nenhum comentário:

Postar um comentário