sábado, 12 de novembro de 2011

Sentir que você sente


quando a gente discute eu coloco uma música pra tocar, porque eu sou assim frágil, e vivo de mansinho pra não ir com muita pressa, e você devora, mastiga e me despedaça aos poucos. e por incrível que pareça, por mais assustador que seja, eu gosto de você. gosto de você porque me faz falta esse teu bom humor. tenho que ser muito mais forte, eu sei, mas estou trabalhando nisso.
toda vez que você não me ouve, eu tenho vontade de desistir. desistir de tudo porque eu não peço somente pra você me ouvir, eu quero falar entende? discutimos por coisas bobas até, mas mesmo assim você fica quieto e parece que vai explodir a qualquer momento. eu não quero um mar de rosas depois que a gente se entender, quero um cafuné e dormir nos seus braços, é isso que eu quero. mas quando penso em falar com você logo me vem em mente a vez que você disse: você não consegue se afastar um pouco não? o que me machucou muito por sinal.
quando chega na metade da música, o cantor diz: don't kill love now e sempre sai uma lágrima do meu olho nessa parte, justamente nessa parte em especifíco. eu não quero que esse amor, um tipo de amor diferente eu posso dizer, porque por mais que eu saiba de você por partes, e conheça você mais do que você imagina, eu nunca fui embora. você é especial demais entende? especial pra mim. se saudade realmente define o que você sente por mim quando a gente se afasta, me faz sentir isso também, sentir que você sente saudade.

- Douglas Lenon

Um comentário: