segunda-feira, 10 de maio de 2010

Não há mais ninguém como você e eu

como nosso amor consegue ser mais forte que tudo nesse mundo, parece até estranho, fico olhando outros casais se dilacerando, eles não são com nós, e talvez foram um dia, o que me dá medo porque eu não quero te perder assim, não dessa forma. eu batalhei tanto por você, que te ter agora é tão mais gostoso, e tão mais fácil levar a vida assim. uma coisa que a gente vive falando é sobre esses casais que dão "um tempo", fala sério "um tempo", tempo é nada mais nada menos que o amor que acabou de uma forma mais limpa, prefiro um não do que um tempo. o tempo é sinônimo de ilusão que tudo vai voltar a ser como antes, que as pessoas vão criar vergonha e vai voltar tudo como sempre, não se engane por favor, o tempo é forma mais cruel de se terminar tudo, ele te da esperanças todas as manhãs, e tira elas todo fim de tarde.
meu amor, eu gosto tanto da tua presença, que quando você vai embora eu passo a mão em tudo que você encostou, nos meus braços, na minha pele, na minha boca, no corrimão da escada, no trinco da porta, fico com medo até de perde minhas digitais e ganhar as suas, sermos um só de um modo esquisito, e tão lindo ao mesmo tempo.
lembro de quando você disse pra mim que não sabia abraçar, que não sabia como era abraçar, eu sei que é tosco da minha parte, mas se caso um dia — uma noite, um tempo — você disser que acabou, lembra que eu te ensinei como abraçar alguém. você tirava de mim tudo de mal e não sei como conseguia viver com todo aquele mal dentro de você, de coração pra coração, porque a cada abraço que você me dava, eu ainda tinha tristezas pra me desfazer e você sempre às recebia. não se esqueça que a cada abraço de amor que você me dava, eu sussurrava um eu te amo no seu ouvido.

- Douglas Lenon
10 de maio de 2010

3 comentários:

  1. lindo lindo lindo!
    tão romântico *O*

    adorei!
    beiijo

    ResponderExcluir
  2. o trecho mais perfeito: "meu amor, eu gosto tanto da tua presença, que quando você vai embora eu passo a mão em tudo que você encostou, nos meus braços, na minha pele, na minha boca, no corrimão da escada, no trinco da porta, fico com medo até de perde minhas digitais e ganhar as suas, sermos um só de um modo esquisito, e tão lindo ao mesmo tempo."

    owwwwwwwwwwwwn *-* QUE ORGULHO!
    amo você, e senti falta das suas risadas avassaladoras nesse fim de semana monótono (L)

    ResponderExcluir
  3. aaaah obrigado *-*
    -
    ooooooooooooown *-* adoro quando você passa aqui. tambem amo você, e I miss you too baby <3

    ResponderExcluir