terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

não quero arrumar, tentar, me vingar, não quero segunda chance, não quero ganhar, não quero vencer, não quero a última palavra, a explicação, a mudança, a luta, o jeito. eu quero, de verdade, do fundo do meu coração, que chegue logo as nove da noite. hora do Rivotril. o remédio que me chapa. eu quero chapar. eu quero não sentir. quero ver a vida em volta, sem sentir nada.

- Tati Bernardi

às vezes é o que realmente da vontade de fazer.
mas eu não quero, eu quero sentir caramba. quero muito mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário