segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

tudo diante de nós. tudo limpo do retorcido desejo humano. tudo como é, não como quiséramos. só existindo, e todo. assim como existe um campo. assim como as montanhas. assim como homens e mulheres, e não nós, os ávidos. assim como um sábado. assim como apenas existe. existe.

- Clarice Lispector in A Repartição dos pães pertencente a obra “A Legião Estrangeira”

Nenhum comentário:

Postar um comentário