sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Os sentidos de sentir

ah. você quer saber realmente qual é o meu problema? o meu problema é que eu não consigo levar a vida, como uma pessoa normal leva. eu fico me perguntando o porquê as pessoas se apaixonam, não, o pior disso tudo é que as pessoas se apaixonam sabendo que vão sofrer, e que não vão ser correspondidas, o ser humano em si é burro, convenhamos se apaixonar e se auto-destruir andam bem juntos, a minha vontade é de falar "se toca as pessoas só machucam as outras pessoas" ou até mesmo "se você sabe que é assim, porque ainda insisti?" e no final de tudo eu, vocês, todos. seguimos e dizemos "vai passar, já passou tantas vezes não é?" não existe outra frase no mundo que eu odeie mais que essa. o problema de tudo aquilo que eu citei no começo. vai passar. e mesmo assim eu insisto. talvez eu insistisse mais antes porque ter alguem não era só um acaso ou uma perda de tempo, mais ter alguem era necessário, como se fosse sobrevivência, necessitar de outro ser humano pra te saciar, pra te deixar vivo. mais as coisas não funcionam assim. eu não funciono assim. sem brincadeira, eu tenho extremo nojo pelas pessoas que amam perdidamente por alguem que se conheceu ontem. o amar, o gostar e o se sentir atraído, possuem grandes diferenças.
sentir-se atraído é o que mais se acontece com qualquer pessoa, digamos que boa parte do que eu vejo, me atrai. me atrai muito, ter pensamentos sacanas com pessoas bonitas, gostosas ou qualquer outro adjetivo que expresse tesão momentâneo.
gostar é um sentimento que traz muita confusão. gostar de alguem é diferente de trepar com esse alguem. eu gosto de todos os meus amigos. não significa que eu tenha que trepar com todos eles pra me certificar de que não é amor, o gostar pode machucar muito, mais pode ser prazeroso, gostar e cuidar andam juntos, ou talvez totalmente separados.
amar é o mais fácil de se falar, o mais difícil de se acontecer. eu já tive tanto amor um dia dizia Caio Fernando Abreu. acho que me encaixo nessa frase. a cada pessoa que a vida me leva, leva de mim um pedaço junto a ela. e me pergunto "será que eu deixei de gostar de todas essas pessoas?" e meu coração responde. "não, você deixou eles seguirem pois amou-as demais" e eu amo, amo desde criança, porque o amor que me resta, é o bastante pra me fazer feliz, pra te fazer feliz.

- Douglas Lenon
22 de novembro de 2009

Nenhum comentário:

Postar um comentário