terça-feira, 26 de janeiro de 2010

a violência interfere. ela enfia o dedo em tudo e sai rasgando. tudo se destrói, e eu me odeio por esperar tanto tempo pra dar um fim nisso. eu me odeio por escolher as opções mais fáceis noite após noite. um ódio está se desenrolando e se soltando dentro de mim. perturba meu espírito e o faz cair de joelhos, perto de mim. ele tosse e sufoca enquanto meu próprio ódio por mim mesmo fica insuportável.

- Markus Zusak in Eu sou o mensageiro
pg. 76

Nenhum comentário:

Postar um comentário