quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

complicado, meu amigo. eu tinha tanta gente que ia e voltava na minha vida, que quando eu vi que não tinha, pra valer, ninguém, caí num poço bem fundo. e como me senti tão tão sozinha, fiquei decidida a fazer uma limpa na minha vida. o que vale, fica. o que já não me satisfazia mais por completo, que vá tentar completar outra, outras, pessoas sabe.. e mesmo quase vazia, me sinto tão mais leve que já passou e ainda, agora, sorrio. mas essa saudade é talvez, o pior de tudo. tem pessoas, que por mais que a gente tente resolver tudo, de todas as maneiras, e se desdobre em um milhão, querem insistir e não resolver, solucionar nada. situação nenhuma. e pra mim, essa é a saudade mais amarga que eu já senti. é terrível, saber, e não saber, como tudo ficou e o outro entendeu, e ter uma falta grotesca de um olhar mais carregado ou um sorriso que ilumina o dia inteiro. dilacerante...

- Camila Paier

Nenhum comentário:

Postar um comentário