quarta-feira, 28 de abril de 2010

dá-me a tua mão. porque não sei mais do que estou falando. acho que inventei tudo, nada disso existiu! mas se inventei o que ontem me aconteceu — quem me garante que também não inventei toda a minha vida anterior a ontem?

- Clarice Lispector

Nenhum comentário:

Postar um comentário