terça-feira, 13 de abril de 2010

o pensamento é o território mais protegido do mundo, e ao mesmo tempo o mais livre. só nós sabemos o que se passa por nossa mente. nele cabe um mundaréu de gente, todas as pessoas que somos, todas as que conhecemos, e mais aquelas que imaginamos, e delas somos seu deus e seu diabo. o pensamento não exige ortografia, pronúncia, sensatez. o pensamento não tem fronteiras, lógica, advogado de defesa ou carrasco. o pensamento é zona franca, terra de ninguém, um lugar onde sempre há vaga.
o pensamento é o único lugar onde ainda estamos seguros, é onde nossa loucura é permitida e onde todos os nossos atos são inocentes.

- Martha Medeiros in A Zona franca do pensamento pertencente a obra "Trem-bala"

Nenhum comentário:

Postar um comentário