domingo, 26 de setembro de 2010

ao andar contigo,
eu ria à toa,
a música já tinha
nossa respiração.
como uma cordilheira,
a tempestade sobrevoava
a esponja do verde,
sem derramar relâmpagos.
ao andar contigo,
eu me invejava.

- Fabrício Carpinejar in Cinco Marias

Nenhum comentário:

Postar um comentário