sábado, 13 de fevereiro de 2010

há tempos estou vivendo uma estória-de-amor-impossível que rebenta a saúde: sei que não dá pé de jeito nenhum e não consigo me libertar, esquecer...

- Caio Fernando Abreu

Nenhum comentário:

Postar um comentário