domingo, 14 de fevereiro de 2010

mesmo que a gente se perca, não importa. que tenha se transformado em passado antes de virar futuro. mas que seja bom o que vier, para você, para mim. te escrevo, enfim, me ocorre agora, porque nem você nem eu somos descartáveis. e amanhã tem sol.

- Caio Fernando Abreu

Nenhum comentário:

Postar um comentário