domingo, 14 de fevereiro de 2010


outro dia desses eu estava num bar com um amigo e ele começou a falar de todos os filmes, livros e músicas que eu tanto queria que você falasse. no final da noite eu só queria estar ouvindo aquela merda daquele cd do Alpha Blond, esses intelectuais de merda não chegam aos pés do seu sorriso e nunca vão ter de mim esse amor tão puro, tão absurdo e tão sem fim que eu tinha por você. a fidelidade não é uma escolha e nem um sacrifício, ela é uma verdade. por mais que eu tente, só sinto nojo. a gente não se fala mais, eu nem sei mais por onde você anda, eu até tenho o impulso de tentar de novo com outros homens, mas eu só sinto nojo.

- Tati Bernardi

Nenhum comentário:

Postar um comentário