sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Me estranha me estranhar

eu deveria estar dormindo agora, nem sei porque mais me bateu uma vontade de olhar para o nada, e imaginar tudo em um simples nada, tenho problemas em expressar meus sentimentos, descobri isso há poucos minutos, não me dou muito bem com pessoas caladas, possuo profundo ódio por gente mesquinha e tenho grande admiração por quem decifra gestos e/em olhares. meus textos estão demonstrando exatamente minha vida, estão meio inacabados, os fins não justificam os meios, e os meios não chegam a fim algum.

- Douglas Lenon
19 de fevereiro de 2010

Nenhum comentário:

Postar um comentário