terça-feira, 16 de março de 2010

Fechei os olhos na hora errada

seria pedir muito se eu pedisse pra te abraçar pra sempre? juro que esse gesto me basta pela eternidade, que o teu toque me dá vida, e, que eu posso viver o pra sempre, sempre com você. sei te explicar exatamente como tudo chegou onde chegou. eu fechei os olhos na hora em que você ia dizer o 'case-se comigo ou feche os seus olhos'. não deu em outra né mesmo! se eu tivesse te ouvido melhor nós estaríamos em uma casa agora, com quase nada, poucos móveis, sem televisão, mais eu teria tudo, tudo o que eu precisava, teu cheiro poderia me mover, o suor da tua pele me deixaria em êxtase. se eu tivesse falado que o meu mundo só daria certo se fosse com você pra que nós pudéssemos passar todos os dias das nossas vidas falando sobre as lembranças de infância, do teu humor sarcástico, do meu cabelo oleoso. se eu tivesse aceitado, sim, aceitado aquele convite de morarmos em uma oca, com peixes no jantar e viver de amor, talvez eu não tivesse me tornado tão frio e calculista. se eu tivesse te tocado minutos antes do 'case-se comigo', você deitaria o rosto na minha mão, me puxaria pra perto e me beijaria da forma mais doce, suspiraria no meu ouvido dizendo 'esse foi o melhor sim que você poderia me dar'. se eu tivesse te entendido as coisas não seriam como são hoje, eu riria das tuas fantasias de seriados norte-americanos e diria que você conseguiu me fazer gostar de algo que eu nem suspeitava que existia. se eu tivesse te olhado, você diria 'ao menos você não fechou os olhos', e quando a vida machuca e bate a solidão, eu olho pra você, porque eu fechei os olhos na hora errada? então foi isso que deu errado em mim. mas se eu..
ouço uma voz do quarto ao lado.
- shiu...

- Douglas Lenon
16 de março de 2010

Nenhum comentário:

Postar um comentário