quinta-feira, 18 de março de 2010

seria mais alegre e romântico um discurso assim:

ela: "prometo nunca sair da cama sem antes dar bom-dia, deixar você ver os jogos de futebol na tevê sem reclamar, ter paciência para ouvir você falar dos problemas do escritório, ter arroz e feijão todo dia no cardápio, acompanhar você nas caminhadas matinais de sábado, deixá-lo em silêncio quando estiver de mau humor, dançar só pra você, fazer massagens quando você estiver cansado, rir das suas piadas, apoiá-lo nas suas decisões e tirar o batom antes ser beijada".

ele: "prometo deixar você sentar na janelinha do avião, emprestar aquele blusão que você adora, não reclamar quando você ficar quarenta minutos no telefone com uma amiga, provar a comida tailandesa que você preparou, abrir um champanhe no final de tarde de domingo, assistir junto o capítulo final da novela, ouvir seus argumentos, respeitar sua sensibilidade, não ter vergonha de chorar na sua frente, dividir vitórias e derrotas e passar todos os Natais do seu lado".

sim, sim, sim!!!

- Martha Medeiros in Casamento na Igreja pertencente a obra "Trem-bala"

2 comentários:

  1. Eu adoro essa crônica dela e eu me contento com a janela do ônibus mesmo :)

    Beeijos!

    ResponderExcluir
  2. adoreeei! nunca tinha visto essa *-* martha diva

    ResponderExcluir