sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Talvez não seja nessa vida ainda


talvez não seja nessa vida ainda, mas a gente ainda ficar juntos, que pensamento mais doente esse meu, você nem pensa em mim, nem pensa em como eu estou passando os dias, nem pensa.
em outra vida, eu vou ser melhor você vai ver, e quem sabe os papéis não se invertam na história, quem sabe você não fique do lado do rio que estou agora, e eu fique do lado que você está agora, quem sabe eu não seja ainda pior que você, quem sabe você ame mais do que eu, eu acredito em outra vida, acredito que te encontro lá, se eu te encontrei por aqui tudo agora é possível, não vou mais viver pra ser melhor pra você, vou viver pra não te amar mais, pra esnobar o teu amor que um dia tanto foi meu.
você não passa de um conto de farças, sim, de farças, se você chegou a reparar, você nem consegue me olhar nos olhos, você foge porque você é fraco, você não tem coragem de ser feliz, você é covarde consigo mesmo, se dói tanto escutar isso, se dói tanto me ver dizendo essas coisas pra você, porque você não evolui, até parece que você gosta da minha voz, porque eu sempre estou repetindo as mesmas coisas pra você. vai, se cuida, longe de mim, porque se eu perder a voz é perigoso você me matar.

- Douglas Lenon
27 de agosto de 2010

Nenhum comentário:

Postar um comentário