domingo, 12 de dezembro de 2010

fica claro o que todos deveríamos aceitar: nosso controle é parcial. há quem diga até que não temos controle de nada. não existe satisfação garantida e tampouco frustração garantida, estamos sempre na mira do imprevisível. treinamos, jogamos bem, jogamos mal, escolhemos bons parceiros, torcemos para que não chova, seguimos as regras, às vezes não, brilhamos, decepcionamos, mas será sempre da sorte o ponto final.

- Martha Medeiros in Para que lado cai a bolinha pertencente a obra “Doidas e Santas”

Nenhum comentário:

Postar um comentário